segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Jeremias 52 - Rei Joaquim

Imagine um povo escolhido e separado por Deus, mas deitado na cama do pecado. Essa era a situação do povo de Judá. O reino, antes dividido entre Norte e Sul, já havia presenciado a queda de Israel. Agora, Judá caminhava igualmente para a perdição.
O cativeiro babilônico já era iminente. Joaquim, o penultimo rei pré- exilico, fazia aquilo que era mal aos olhos do Senhor, assim como seu pai, Jeoaquim. Após reinar por apenas três meses, Joaquim, também conhecido como Jeconias, é levado juntamente com a corte de Judá para a Babilônia, como cativo de Nabucodonosor. Nessa mesma época, Daniel também é exilado.
A Palavra nos relata que o rei de Judá é lançado no cárcere e fica ali por 36 anos. Imagine a situação: um homem antes assentado em um trono, agora dentro de uma prisão, isolado de tudo e de todos. Por permissão de Deus, que estava disciplinando Seu povo, que se tornara rebelde. 
Não se sabe o que ocorreu durante estas quase quatro décadas de cárcere, mas no trigésimo sétimo ano do cativeiro de Joaquim, o rei Evil- Merodaque, filho e sucessor de Nabucodonosor, sobe ao trono. E logo em seguida, manda libertar o rei de Judá.
Não obstante já ter sido liberto, Jeconias é tratado com cortesia e cuidado pelo rei de Babilônia. Evil Merodaque lhe dá lugar de mais honra do que os outros reis que o apoiavam em seu reino. Quando que o rei de Judá poderia sonhar que, depois de sofrer tanto tempo no abandono do cárcere, seria honrado por um suposto inimigo ?
É assim que Deus faz. Confunde a lógica humana. O Senhor é imprevisível nas Suas ações. É possível conjecturar que ali, dentro da prisão, Joaquim refletiu sobre seus pecados, e se arrependeu. Aquele que se humilha, Deus ouve. E não importa a situação, Deus reverte o quadro.
A Bíblia diz que o rei muda as vestes de Joaquim. Mudança de vestes é mudança de vida. A vestimenta de prisioneiro dá lugar a vestimentas finas. Aquelas vestes do cárcere traziam lembranças tristes, de momentos sofridos. As vestes novas representavam novo tempo, honra da parte do Senhor.
Além de todas aquelas regalias, Jeconias também passa a comer na presença do rei e recebe pensão diária pelo resto de seus dias. Agora analise: essa história foi ou não escrita pela mão de Deus?
Joaquim se entregou ao inimigo, como o Senhor havia ordenado através do profeta Jeremias. Mesmo passando pela dor do cárcere, das  humilhações, ele foi abençoado. Quando Deus está no controle das nossas vidas, não importa pelo que iremos passar, a vitória é garantida.

Faça como o rei Joaquim. Creia no Senhor, e O obedeça. Pague o preço, sacrifique o que for, mas seja fiel a Deus. Assim, Ele a seu tempo te exaltará. Ele te libertará das dores, dos sofrimentos, mudará as tuas vestes!



3 comentários: