quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Juízes 6 - A prudência de Gideão e o chamado de Deus

Israel foi entregue aos midianitas por sete anos por permissão de Deus.  Por terem pecado contra o Senhor e praticado a idolatria, agora o povo vivia à mercê de um povo que não permitia o crescimento e o desenvolvimento de Israel. Toda vez que o povo semeava, vinha os midianitas e amalequitas contra ele. (v.3)

Neste contexto de estagnação e de pobreza, Deus atenta para um homem já com o propósito de livrar a Israel. Gideão, filho de Joás, o abiezrita. Diz a Bíblia que o anjo do Senhor fala com Gideão num momento muito peculiar, que já nos revela uma lição: ele estava malhando trigo no lagar. Gideão não estava parado, acomodado: ele estava trabalhando, "com a mão na massa".

Deus JAMAIS terá parte com os preguiçosos. Ele está de olho em quem dá o primeiro passo, em quem toma ATITUDE. A Palavra nos diz que Gideão estava malhando o trigo para o salvar dos midianitas (v.11).  Característica essencial de um servo de Deus: PRUDÊNCIA. Gideão se preocupava em salvar o alimento que serviria não somente para ele, mas para seu povo. Outra característica importante que vemos: PREOCUPAÇÃO com o próximo!

Como Ele chamou a atenção do Todo Poderoso! Veja que o anjo do Senhor o chama de "homem valoroso". Mas mesmo com tão boas qualidades, Gideão proferiu palavras que mostraram certa desesperança: "Ai, Senhor meu, se o Senhor é conosco, por que tudo isto nos sobreveio? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o Senhor subir do Egito? Porém agora o Senhor nos desamparou, e nos deu nas mãos dos midianitas." (v.13)

Mesmo triste pela situação que Israel estava vivendo, Gideão recebe a ordem de Deus: "Vai nesta tua força, e livrarás a Israel das mãos dos midianitas; porventura não te enviei eu?"  Deus estava dizendo para seu servo que não interessava se ele se sentia desamparado, Gideão deveria fazer a vontade de Deus, aquele que o havia enviado! Não importa se o quadro da nossa vida é triste , ou se as nossas forças são poucas: Deus nos manda IR mesmo com as nossas limitações, pois afinal é Ele quem completa a obra. O Senhor se responsabiliza pelo sucesso da nossa empreitada!

Gideão, ainda receoso, começa a olhar para sua pequenez, pois era da meia tribo de Manassés, da família mais pobre da tribo, e em sua casa dizia ser o menor. Porém o Senhor não atenta para nosso nome, família ou classe social: Ele havia se agradado de Gideão e iria usa-lo! Se o Senhor achar graça em nós, não interessa mais nada, basta obedecermos e confiarmos nEle e seremos bem - sucedidos.

O Senhor diz a Gideão: "Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás aos midianitas como se fossem um só homem." (v.16). Aí está a característica que faz toda a diferença: Deus era com Gideão, por causa disso ele iria vencer! Por isso tudo iria dar certo. Gideão recebeu a garantia de que iria vencer os midianitas! Se Deus é por nós, quem será contra nós?  (Rm 8:31). 

Por isso chame a atenção do SENHOR assim como Gideão chamou: tenha atitude, seja prudente para que o inimigo não tire proveito do que é seu! Foi isso que Gideão fez ao defender aquela plantação ao malhar aquele trigo. Preocupe-se com o próximo pois aquele alimento não serviria somente para o filho de Joás, mas para mais pessoas necessitadas. ATITUDE! Deus quer um povo que tenha ATITUDE!





Nenhum comentário:

Postar um comentário