quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Deuteronômio 12:32 - Obediência total

No quinto livro da Bíblia Deus reafirma suas promessas ao povo de Israel,  fazendo-os lembrar de tudo quanto já havia feito pelos Seus servos. No versículo em destaque, Deus é categórico, firme e direto: as Suas palavras deveriam ser acatadas sem nenhuma subtração ou acréscimo. 

Obedecer à voz de Deus ou como tantas vezes é citado nas Escrituras, "dar ouvidos " à voz do Soberano era e sempre será a chave da benção. Israel já havia peregrinado anos pelo deserto, vivendo muitas fases de murmuração e perdas. Mas a providência do Senhor sempre vinha ao socorro do povo, apesar de suas fraquezas e desobediência.

Devemos acatar integralmente as ordenanças do Senhor. Porque se "sairmos do caminho", nos desviarmos nem que seja por um instante, as consequências poderão ser desastrosas. Ao rei Saul fora dada uma ordem: destruir os amalequitas e tudo quanto eles tinham, não deixando nada de pé. Porém, Saul reteve o que lhe pareceu agradável, como bois e jumentas da terra de Amaleque. Não sendo o bastante, Saul manteve vivo o rei Agague. Como resultado, o benjamita perdeu seu reinado.

Saul cumpriu a vontade de Deus, mas não na sua totalidade. A Bíblia nos revela que Deus não gosta de coisas feitas pela metade. Não aceitou que Salomão o adorasse e também se dobrasse diante de deuses estranhos. Jesus também disse que não se pode servir a dois senhores. Porque se há divisão, há confusão. Porque se não há entrega total, Deus não pode trabalhar da maneira que quer.

Quantas vezes Deus nos dá ordens que, aos nossos olhos, parecem sem explicação. E ficamos até receosos de cumpri-las, não é? Mas devemos fazer a vontade dEle, independente de qualquer circunstância. Há momentos que não conseguimos explicar, Cristo disse certa vez: "O que eu faço, tu não o sabes agora,mas entende-lo-as mais tarde."

Trilhe o caminho da obediência. Evite sofrer sem necessidade. Há desertos que você não precisa enfrentar, nos quais você entra por causa da sua teimosia. Pense no que Jesus falou aos seus discípulos: " E por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?"  (Lucas 6:46)



Nenhum comentário:

Postar um comentário